Por que não consigo aprender inglês?

POR
DANIEL CASDEN

Por que não consigo aprender inglês? Esta é uma pergunta que muitos estudantes me fazem quando chegam à nossa escola. Há uma série de fatores que contribuem para essa dificuldade tão comum a muitos brasileiros que precisam da fluência na língua para o crescimento profissional ou educacional.

Neste artigo, discutiremos algumas das razões pelas quais aprender inglês pode ser difícil e daremos algumas dicas sobre como vencer  o desafio e superá-las.  Continue lendo para descobrir como mudar isso!

Pule Para

Por que você não deve desistir de aprender inglês e como superar os obstáculos

Muitos alunos que têm essa dificuldade, e chegam ao desespero, já estudaram pelo menos dois anos em outras escolas de inglês além do ensino oferecido nas escolas públicas e particulares. Tanto as crianças como os adultos, muitas vezes se sentem frustrados diante do que consideram seu “fracasso”.

Por não conseguir falar e entender inglês, você pode ter perdido uma promoção desejada ou a oportunidade de um emprego no exterior. Não é fácil encarar essas perdas. Inclusive porque você provavelmente já possui todas as outras qualificações necessárias àquela vaga, mas, infelizmente, ainda lhe falta o bendito inglês fluente. 

E a pergunta continuamente lhe vem à cabeça: Por que não consigo aprender inglês? Estudo há anos! Como posso ter falhado? O que posso fazer para evitar que isso continue a acontecer?

Rapaz com fone de ouvido estudando inglês

Por que é difícil aprender inglês? 

Certamente existem vários fatores que dificultam o aprendizado. O inglês, embora tenha se tornado tão familiar e importante em nosso dia a dia é uma língua estruturalmente e historicamente diferente do português.  O português e o inglês pertencem a ramos distintos dentro das línguas indo-europeias – o português é uma língua românica, enquanto o inglês pertence à subfamília das línguas germânicas.  Isto significa que suas gramáticas, e a forma como os sons são produzidos e como funcionam dentro da língua são completamente diferentes. 

Algumas dificuldades comuns para os brasileiros:

  •  A relação entre letras e sons não são próximas como no português.
  •  A correlação entre a ortografia e a pronúncia das palavras é irregular. A ortografia do inglês é bem mais complexa que a do português devido à sua origem na cultura anglo-saxônica que era tradicionalmente oral.
  • Muitos brasileiros têm dificuldade de se adaptar às características do idioma e tentam introduzir as regras do português ao falar.
  • E necessário ouvir, ler, falar e escrever a língua o máximo possível a cada dia, semana, mês ou ano. Imersão na língua é essencial. O inglês precisa fazer parte do seu dia a dia.
  • A vergonha de errar ao falar a língua que é muito comum aos estudantes brasileiros.

Essas são as dificuldades mais comuns para os brasileiros, mas existe uma dificuldade muito maior que é fundamental para o aprendizado do inglês. Estou falando do mindset – as percepções e atitudes que predeterminam as reações de uma pessoa e sua interpretação das situações.

Gostaria de explorar esse problema tão fundamental à dificuldade de aprender uma segunda língua ou, realmente, de acrescentar qualquer outra habilidade às nossas vidas.

rapaz com a mão na cabeça pensando por que não consigo aprender inglês

Seu mindset – o segredo de seu sucesso!

Em nossa experiência, não existe tal coisa de alguém não ser capaz de aprender alguma coisa. Quando uma pessoa se decide por uma tarefa, ela será capaz de completá-la. Ela pode conseguir qualquer coisa se estiver comprometida com aquilo.

Considere, por exemplo, uma pessoa que já nasceu com um talento e alguém que trabalha duro para alcançá-lo. O dotado pode perder porque não trabalhou tanto para atingir o objetivo. O trabalho árduo compensa.

Algo que eu sempre digo a nossos novos alunos é a importância do mindset. É muito importante que eles tenham a mentalidade correta se querem aprender o idioma. Além do tempo, esforço, autoconfiança e dedicação necessários para aprender adequadamente, eles devem desenvolver uma mentalidade de aprendizado positiva se querem ter sucesso. Se não tiverem a mentalidade correta, falharão ou levarão muito mais tempo do que o necessário. 

A maioria dos alunos vem para a escola porque precisa do inglês para trabalhar, viajar ou estudar. Mas muito poucos vêm porque querem aprender a língua. Há uma grande diferença entre precisar de algo e querer algo.

Muitas vezes, precisamos de coisas em nossas vidas, mas, na maioria das vezes, não fazemos o que deveríamos fazer. Procrastinamos, deixamos para outro dia porque tivemos um longo dia e estamos cansados, prometemos fazer no dia seguinte, mas, provavelmente, encontraremos outra desculpa para continuar adiando. 

Às vezes, no nosso entusiasmo inicial, até criamos uma rotina de estudos, prometendo estudar 20 minutos todos os dias, não importa o quê.  Mas, então, com o passar do tempo, lutamos para manter essa rotina. Dizemos, estou super cansado hoje; amanhã estudo 40 minutos para compensar o que não fiz hoje.  Mas provavelmente procrastinaremos de novo.

A importância do dinamismo e da coerência na aprendizagem de idiomas

É muito importante ser consistente quando você está aprendendo um novo idioma. Consistência – ser uniforme, coerente – em nossas ações cria o hábito que aumenta a motivação e mantém a linguagem fresca em nossas mentes.

Quando você está aprendendo um novo idioma, você tem que ir all-in. Você precisa dizer a si mesmo que você vai conseguir. Quando queremos fazer algo, nunca dizemos: “Estou cansado”. Pelo contrário, quando queremos fazer algo, encontramos tempo para fazê-lo. 

NÃO TEMOS QUE PROCURAR TEMPO, TEMOS QUE CRIAR TEMPO.

pessoas jogando ping pong enquanto aprendem inglês brincando

Não há nada melhor para ensinar inglês do que jogar ping-pong

Adoro jogar ping-pong e quero que minha filha aprenda para que possamos passar mais tempo juntos fazendo as coisas que amamos. Se ela não gostar do jogo, ela apenas fará as aulas em que estiver matriculada em vez de tentar melhorar.

Posso mostrar a ela muitos vídeos e livros sobre ping-pong. Mas a única maneira de aprender a jogar ping-pong e ter sucesso é se ela realmente quiser pegar a raquete e praticar com alguém melhor do que ela. Só assim ela vai aprender os diversos modos de golpear a bola com precisão e criatividade para obter efeitos e desenvolver reflexos rápidos. 

Um mentor para acelerar seu aprendizado 

Na aprendizagem do inglês, você deve pensar como se estivesse aprendendo a jogar ping-pong. A única maneira de você aprender inglês com eficiência é praticá-lo com pessoas que sejam melhores que você. Melhor ainda, se esta pessoa mais capaz estiver lhe orientando, ensinando você a falar inglês.

Um bom mentor, ou um bom  professor, especialmente se for um falante nativo, terá a capacidade de lhe dar o suporte e o engajamento que você necessita. Desenvolvendo suas habilidades e performance, você conseguirá  gerenciar proativamente sua jornada de fluência em inglês. 

Aprender uma nova língua precisa se tornar um hábito. É imperativo cultivar novas rotinas e garantir que elas se mantenham. Adquirir o hábito de aprender o idioma tornará a prática do inglês uma atividade cada vez mais agradável que exige menos esforço com o passar dos dias. Coisas que não requerem muito esforço, se tornam parte de nossa rotina diária, de nossa segunda natureza, assim como escovar os dentes pela manhã.    

Então, o que você faz nos dias em que não tem aula? Esquece das aulas para dar um descanso ao seu cérebro? Ou copia o comportamento de Forrest Gump, quando lhe perguntaram por que ele correu por todo o  grande estado do Alabama por três anos: “Eu só queria correr”. 

Como desenvolver fluência no inglês 

Crie uma rotina que funcione para você para praticar o inglês nos dias em que não tem aula. Dê uma olhada em um artigo que escrevi sobre a importância de aprender inglês e as  várias maneiras de inserir o inglês em sua vida diária para ver algumas dicas.

Aprenda a querer fazer o que você precisa fazer para alcançar seu objetivo de desenvolver a fluência em inglês de uma maneira que o deixe feliz.

Mantendo esse hábito de criar o tempo necessário, cada vez que você voltar à aula, você estará melhor do que antes, estará mais preparado para aprender mais, praticar mais, para conseguir falar inglês fluentemente. 

“Quero alcançar fluência, mas não tenho paciência com um curso de inglês”

Algumas pessoas tentam melhorar seu inglês estudando sozinhos. Muitos dizem, “Consigo aprender inglês sozinho,  eu não preciso de uma escola”. Bem, se você não gosta de escolas de inglês é possível estudar sozinho numa tentativa de melhorar o inglês (e economizar um pouco, se o orçamento estiver apertado).

Porém, é muito mais difícil desenvolver fluência estudando sozinho, mas, certamente, existem muitas dicas que funcionam muito bem para melhorar suas habilidades no inglês. Num curso particular, ou estudando em um grupo pequeno, o professor vai lhe orientar e lhe passar segurança no uso da língua. 

Aprenda a pensar em inglês 

É muito importante ensinar sua mente a pensar dentro do idioma para que você possa dominá-lo. Pensar voluntariamente em inglês é a melhor estratégia ativa para o progresso no aprendizado da língua. Por exemplo:

  • Fale sozinho em inglês usando as expressões aprendidas em classe em sua vida cotidiana. I’m waking up, I’m brushing my teeth, I’m having breakfast, I’m driving to work, etc.
  •  Altere o idioma no Google em seu celular para ouvir notícias em inglês. Você vai treinar o entendimento das expressões e treinará sua pronúncia.
  • Procure não traduzir mas interpretar o significado das palavras com outros termos em inglês ao invés de equivalentes no português.
  •  Revise as atividades de seu dia usando o inglês ou planeje o calendário diário em inglês.   

Cultive uma mente motivada para o sucesso

Você sabe jogar poker? Um dos fatores que influenciam a mente no poker é a motivação. O comportamento competitivo dos jogadores determina em grande parte o resultado. Ser capaz de perseverar em qualquer situação,  é a marca o verdadeiro jogador.

Por exemplo,  considere as atitudes diferentes de jogadores que perdem. Muitas vezes, os jogadores que perdem, dizem coisas semelhantes a, “eu fiz algo estupido”, “jamais deveria ter feito aquela jogada”, “não posso acreditar que eu falhei”, e se sentem mal porque não jogaram bem.

Porém, os jogadores que jogam bem mas perdem, nunca dizem tais coisas – eles dizem que tiveram má sorte, ou que não estavam num bom dia, mas nunca dizem que jogaram mal porque sabem que fizeram a jogada certa, e fariam a mesma jogada de novo. O bom jogador chegou ao sucesso através de um grande esforço contínuo e consistente.

Aprender inglês é um processo que leva tempo e depende de esforço e dedicação. Como o jogador de poker vê suas atividades e capacidades para enfrentar as adversidades, assim também o aprendizado do inglês será um processo que dependerá de vários inputs que você e seus professores poderão fazer para acelerar os resultados. 

pessoas pulando e ser divertindo

O grande segredo para aprender inglês

Muitos alunos estão nessa fase de luto  em que pensam que, após ter trocado de escola ou métodos várias vezes, começam a pensar que são “estúpidos”, e que não têm a capacidade para aprender inglês. Usando a abordagem certa, focando em seu aprendizado, tendo professores qualificados e seu empenho em estudar todos os dias + sua motivação,  você tem a capacidade de conquistar um bom nível de fluência mais rapidamente.

Agora, com todas essas dicas, você está pensando, “Será que eu consigo aprender inglês em I ano? Será que eu consigo aprender inglês em 6 meses para me candidatar àquele cargo oferecido pela minha empresa em Nova York? 

Para ficar fera e conseguir maior fluência com mais velocidade, lembre-se das dicas importantes que eu relacionei nesse artigo:

  • Conformidade total com a sua rotina de estudo. Um plano de estudo consistente que transforma seu sonho de fluência em uma ação real e positiva.
  • Garantir-se de estar fazendo um aprendizado independente da sala de aula junto com seu homework, para que, a cada aula, você se apresente um pouco melhor para aprender mais.
  • Exercite sua mentalidade e motivação (mindset) para melhorar sua atitude em relação ao aprendizado do inglês e ao modo como você estuda.  

Eu sempre pergunto a meus alunos: “Como você quer se sentir daqui a seis meses? Você quer se sentir como o jogador de poker que joga mal ou você quer se sentir como o cara que joga certo?”

Sua escolha vai determinar o seu sucesso.

Aprender inglês não é uma meta

Frase estranha, não é? Especialmente vinda de um professor de inglês! Vou explicar.

Isto é outra coisa que eu digo sempre a meus alunos quando eles se matriculam. “Você não está aqui para aprender inglês”. Eles me olham de forma estranha, e eu digo, “você nunca parou de aprender português, então, por que você acha que um dia vai saber inglês o suficiente e parar de aprender?”

Aprender inglês, ou qualquer outro idioma, é um processo contínuo. Você vai adquirindo novas habilidades e conhecimento de forma contínua de acordo com sua exposição à língua e sua auto iniciativa em assumir os desafios.

Por isso, é importante que você foque em alcançar pequenos objetivos continuamente, que vão, passo a passo, desenvolver suas habilidades no falar e entender a língua de forma clara e precisa.

Como a NativIngles pode lhe ajudar? 

Nós podemos ajudá-lo a estabelecer esses pequenos objetivos para que você possa ver as coisas sob uma nova luz antes de dar o próximo salto em direção ao seu sonho de fluência.

Em nossa metodologia, incluímos formas personalizadas de aprendizado focadas em suas necessidades e seu grau de conhecimento do inglês. Nossos professores nativos têm grande experiência em ensinar inglês a estrangeiros. Eles estão comprometidos com a sua aprendizagem de novas habilidades através de iniciativas estruturadas, organizadas e implementadas para um aprendizado efetivo.

Nesta jornada de aprendizado do inglês, conte conosco, de uma vez por todas!

Compartilhe esse conteúdo
Author Details

Daniel Casden

Daniel Casden é o coordenador da Nativ Inglês e fundador da abordagem “Nativ Inglês” para ensino da língua inglesa. Americano, mudou-se para o Brasil para morar com sua esposa brasileira; porém, após lecionar em cursos de inglês com currículos rígidos e obsoletos, optou por fundar sua própria escola. Atualmente, soma dez anos de experiência em ensinar inglês de forma intuitiva, prática e centrada no aluno.

Tendo vivido em diversos países e diferentes experiências profissionais,...

Saiba Mais
Saiba Mais Sobre Nossos Cursos
Envie-Nos Uma Mensagem E Fique Em Contato
Contate-nos
seta de rotação azul
magnifiercross