Desconto de Ano Novo
10% de Desconto na 1ª Mensalidade
00
Dias
00
Horas
00
Minutos
00
Segundos
Você Ficará com o Mesmo Professor Durante Todo seu Curso.

Diferença entre in, on e at: como usá-los corretamente?

POR
DANIEL CASDEN

Afinal, qual é a diferença entre in, on e at? Qual delas usar? As preposições desempenham um papel fundamental na estruturação das frases em muitos idiomas.

Elas são pequenas palavras, mas têm um grande impacto na forma como as ideias são expressas: assim como em nossa língua materna, as preposições em inglês ajudam a estabelecer relações espaciais, temporais e lógicas entre os termos em uma frase.

Nesse artigo, iremos falar sobre a diferença entre in, on e at, mostrando como usá-los corretamente, bem como as duas exceções às regras!

Pule Para

Qual a diferença entre in, on e at?

Essas preposições – in, on e at – são frequentemente confusas para estudantes de inglês, e até mesmo aqueles que se encontram em nível avançado às vezes cometem deslizes com elas. 

Embora compartilhem a função de indicar posição ou localização em relação a algo, cada uma das preposições tem um uso específico que pode não se alinhar diretamente com as traduções literais em português.

O desafio está em entender os nuances de cada preposição e em saber quando aplicá-las corretamente nos mais contextos diversos. 

Portanto, compreender diferenças sutis entre in, on e at é fundamental para conseguir se comunicar inglês sem dar brechas para ambiguidade ou má interpretação. Na próxima seção do artigo, vamos explorar essas diferenças com mais detalhes, dando orientações claras sobre o uso apropriado de cada preposição em diferentes situações.

Quando usar o “in”?

A preposição "in" sugere a ideia de estar dentro de um espaço definido.

Para expressões de tempo, "in" é usado para períodos do dia (exceto para se referir à noite), estações do ano e também para períodos não específicos de tempo. Aqui estão cinco exemplos de uso de "in" para tempo:

  • I was born in 1990. (Eu nasci em 1990.)
  • She will graduate from college in two years. (Ela se formará na faculdade em dois anos.)
  • We have a meeting scheduled in March. (Temos uma reunião marcada para março.)
  • The project will be completed in a few months. (O projeto será concluído em alguns meses.)
  • I eat bread and drink coffee in the morning. (Eu como pão e bebo café pela manhã.)
Foto de um café da manhã com pão e café com leite.
Um bom café da manhã deixa o começo do dia mais leve!

Já para expressões de lugar, o “in” deve ser usado para se referir a um objeto ou uma pessoa dentro de um local definido, bem como quando se fala sobre cidades, países, ou estados. Veja quatro exemplos:

  • He lived almost his entire life in New York City. (Ele viveu quase sua vida inteira em Nova York.)
  • There are many beautiful beaches in Brazil. (Há muitas praias bonitas no Brasil.)
  • There is cake and chocolate in the fridge. (Tem bolo e chocolate na geladeira.)

Quando usar o “on”?

Para expressões de tempo, "on" é usado para datas específicas, dias da semana e certas ocasiões. Aqui estão quatro exemplos de uso de "on" para tempo:

  • My birthday is on July 15th. (Meu aniversário é no dia 15 de julho.)
  • The party is on Saturday. (A festa é no sábado.)
  • We have a meeting scheduled on December 10th. (Temos uma reunião marcada para o dia 10 de dezembro.)
  • The conference will take place on Monday. (A conferência ocorrerá na segunda-feira.)

Já em relação a expressões de lugar, "on" é usado para indicar uma posição em cima de uma superfície ou objeto, bem como para se referir ao contato direto com partes do corpo. Veja quatro exemplos de uso de "on" para lugar:

  • The book is on the table. (O livro está sobre a mesa.)
  • There is a red stain on your shirt. (Há uma mancha vermelha em sua camisa.)
  • A bee once stung me on my pinky toe. (Uma abelha uma vez me picou no mindinho do pé.)
  • There are pictures of my childhood on the wall. (Há fotos da minha infância na parede.)
Uma pilha de livros escritos na língua inglesa.
É óbvio que essa frase não poderia faltar! Aliás, se você gosta de ler, temos várias recomendações de livros para aprender inglês.

E quando usar o “at”?

Quando usado para expressões de tempo, "at" refere-se a horários precisos e ocasiões específicas, além de datas festivas reconhecidas globalmente. Aqui estão quatro exemplos de uso de "at" para tempo:

  • The meeting starts at 9:30 AM. (A reunião começa às 9h30.)
  • We'll meet you at the restaurant at 7 PM. (Nós vamos encontrá-lo no restaurante às 19h.)
  • They always have a party at Halloween. (Eles sempre fazem uma festa no Halloween.)*
  • We exchange funny gifts at Christmas. (Nós trocamos presentes engraçados no Natal.)*

*O Halloween e o Natal, nesses casos, se referem à época do ano em que acontecem - ou seja, a semana ou os dias que rodeiam a data festiva. Se você quiser se referir ao dia específico da ocasião (31 de outubro e 25 de dezembro respectivamente), também é correto usar "on".

Quando se trata de expressões de lugar, "at" é utilizado para locais específicos, endereços completos e lugares públicos. Veja abaixo quatro exemplos de uso de "at" para lugar:

  • She works at the bank downtown. (Ela trabalha no banco no centro da cidade.)
  • Paramore’s upcoming concert will be at the stadium. (O próximo concerto do Paramore será no estádio.)
  • I'll meet you at Maple Street 446. (Vou te encontrar na Rua Maple, 446.)
  • They're waiting for us at the airport. (Eles estão nos esperando no aeroporto.)

Diferença entre in, on e at: algumas exceções traiçoeiras

Como se já não bastasse os casos de uso específicos dessas preposições, existem algumas exceções que que fogem às regras citadas, podendo causar ainda mais confusão:

  • “At night” em vez de “in”: embora geralmente usemos “in” para períodos do dia, como “in the morning”, para se referir à noite, nós usamos “at night.”
    • I love going for a run at night. (Eu amo dar uma corrida à noite.)
    • Studying at night can be very productive. (Estudar à noite pode ser muito produtivo.)
    • Shows and movies are best enjoyed at night. (Séries e filmes são melhor apreciados à noite.)
Foto de alguém segurando um notebook com a logo da Netflix.Diferença entre in, on, e at.
Séries e filmes são excelentes passatempos para os mais variados gostos, sendo igualmente bons para afiar o inglês!
  • “On the weekend” e “on weekends”: por mais que o padrão seja usar “at” para datas e “in” para períodos longos de tempo, como “in the summer”, para se referir ao fim de semana, nós usamos “on the weekend” e “on weekends”. No inglês britânico, você pode ouvir um nativo usar até mesmo “at the weekend.”
  • I hate staying home on weekends. (Odeio ficar em casa nos finais de semana.)
  • I’ll see you at the weekend. (Eu te vejo no fim de semana.)
  • He’s always side hustling on weekends. (Ele está sempre fazendo bicos nos fins de semana.)

Obrigado por ler esta postagem

Se você gostou de aprender a diferença entre in, on e at, continue acompanhando nosso blog para conferir outros temas como este. Aproveite ainda para compartilhar este post com seus amigos e entes queridos nas redes sociais – como Facebook, LinkedIn e Instagram – para que eles também possam ver o aprendizado do inglês de uma forma diferente!

Procurando um curso de inglês?

Na Nativ Inglês, oferecemos uma grande variedade de cursos online com professores nativos. Você terá aulas cara a cara via chamada de vídeo num curso personalizado, exclusivo às suas necessidades e adequado ao seu nível de conhecimento.

Oferecemos cursos para iniciantes e cursos de inglês fluente para intermediários e avançados, além de cursos de inglês para empresas, inglês jurídico e inglês preparatório para os exames de proficiência em inglês.

Fale conosco e projetaremos um curso particular para atender às suas necessidades!

Compartilhe esse conteúdo
Categories
Postagens Relacionadas

Descubra como Podemos Ajudar

Single Blog Form

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Author Details

Daniel Casden

Daniel Casden é o coordenador da Nativ Inglês e fundador da abordagem “Nativ Inglês” para ensino da língua inglesa. Americano, mudou-se para o Brasil para morar com sua esposa brasileira; porém, após lecionar em cursos de inglês com currículos rígidos e obsoletos, optou por fundar sua própria escola. Atualmente, soma dez anos de experiência em ensinar inglês de forma intuitiva, prática e centrada no aluno.

Tendo vivido em diversos países e diferentes experiências profissionais,...

Saiba Mais
Saiba Mais Sobre Nossos Cursos
Envie-Nos Uma Mensagem E Fique Em Contato
Contate-nosContate-nos
seta de rotação azul

Fale Conosco pelo Whatsapp

Preencha e Seja Redirecionado para o Nosso WhatsApp Agora Mesmo!
Whats App Form
magnifiercross linkedin facebook pinterest youtube rss twitter instagram facebook-blank rss-blank linkedin-blank pinterest youtube twitter instagram